Metas de redução de impacto ambiental

As emissões globais de CO2 na construção civil são responsáveis por 38% ou seja 9,95 Giga toneladas correspondentes a energia relacionada  à indústria da construção civil. 

²

Em 2019 as emissões atingiram o nível mais alto já visto, de acordo com o último relatório Relatório de Situação Global 2020 para Edifícios e Construção

No entanto, em 2020 com a pandemia, houveram muitas paralisações que ajudaram na redução que será contabilizado no próximo relatório anual. Oportunidades apareceram para incentivar a renovação de edifícios e padrões de desempenho para edifícios recém-construídos, assim ajudando a reduzir também as emissões e promover a sustentabilidade no setor. Governos priorizam estímulo após Covid-19 para edifícios de baixo carbono.
50% das emissões diretas e 60% das emissões indiretas deverão ser reduzidas até 2030, para que atinja a neutralidade climática proposta pelo tratado de Paris (COP 21) até 2050. Essa redução equivale a 6% ao ano até 2030. ¹

Emissões no Brasil

No Brasil as emissões em 2019 foram 2,17 GtCO2. Que condiz 9,6% a mais que em 2018, conforme estudo feito pelo observatório do clima, Sistema de Estimativas de Emissões de Gases de Efeito Estufa (SEEG)5. De acordo com esse resultado, o Brasil ocupa a sexta posição no ranking dos países que mais polui a atmosfera.³

No setor de processos industriais de materiais para construção civil contabilizou 99,1 MtCO2e. Equivalente a 5% das emissões brutas nacionais. Houve uma queda de 2% comparado com o ano anterior.  As principais fontes dessas emissões são da produção do setor de cimento, ferro-gusa e aço. 4

 

Exemplo: Edifício Comercial

Área total construída 10.000 m²

Vida útil estimada = 80 anos

Cenário Atual – Prática de Mercado

Total de emissões em 80 anos = 20.000 tCO2

Total de emissões por m2 (80 anos) = 2.000 kg CO2 / m2

Total de emissões por m2 por ano = 25 kg CO2/ano/m²

Proporção dos impactos:

  • Impactos Operacionais – 50% (Energia, Água)
  • Impactos Incorporados – 50% (Materiais, transporte, construção, manutenção e fim de vida)

Impactos ao longo de 80 anos em toneladas de CO2:

AnoOperacionalIncorporadoTotal Emissões
2020070007000
203012503758625
2040125075010625
20501250112513000
2080375075017500
21002500020000

Cenário Proposto 1

  • Redução do impacto incorporado = 60%
  • Redução do Impacto Operacional = 100% 
    • Net Zero Carbono Operacional através de Geração / Injeção energia na rede.
AnoOperacionalIncorporado
202002575
203002950
204003325
205003700
208004825
210005575

Cenário Proposto 2 

  • Redução Impacto Incorporado = 60%
  • Redução Impacto Operacional = 100% 
    • Net Zero Carbono Operacional através de Geração / Injeção energia na rede
    • Excesso de geração é injetada na rede e gera crédito de carbono para o projeto
    • Compensação com créditos de carbono (Carbon offsets)
AnoOperacionalIncorporadoCrédito de CarbonoTotal Emissões
202002575-25750
2030-375295000
2040-375332500
2050-375370000
2080-1125482500
2100-750557500

Cenário Proposto 3 

  • Redução Impacto Incorporado = 60%
  • Redução Impacto Operacional = 100% 
    • Net Zero Carbono Operacional através de Geração / Injeção energia na rede
    • Excesso de geração é injetada na rede e gera crédito de carbono para o projeto
    • Maior capacidade de geração, dispensa uso de créditos de carbono.
AnoOperacional (Crédito)IncorporadoTotal Emissões
2020025752575
2030-6973752253
2040-6973751931
2050-6973751609
2080-20911125643
2100-1394750-1

Referências:

Emissões do setor de construção civil atingiram recordes em 2019 – relatório da ONU

Launched: 2020 GLOBAL STATUS REPORT FOR BUILDINGS AND CONSTRUCTION | Globalabc

Brasil é o sétimo maior emissor de CO2 do mundo. As emissões caíram ou aumentaram?

Agropecuária foi responsável por 73% da emissão de CO2 do Brasil em 2019

Emissões de CO2 caíram em 2,4 bilhões de toneladas devido à pandemia

Gases de Efeito Estufa 2020

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Leave a Reply